Mai 14

Sessão de Sensibilização para a Saúde Visual

“E se perdesse a visão? O que faria? Abdicaria de outro sentido para recuperá-la?”

A maioria das respostas é “sim”, segundo uma estatística, constatada pela Bausch + Lomb em 2015/2016. A pesquisa, realizada em 26 países, é indicativa da preocupação global com a saúde dos olhos, juntamente com a importância que a visão tem para a populaçao mundial.

O objetivo da “Sessão de Sensibilização para a Saúde Visual”, realizada na escola sede, nos dias 9 e 11 de maio, com duas enfermeiras da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, em parceria com o Projeto Educaçao para a Saúde, foi o debater e explicar  aos jovens formandos das turmas dos Cursos Profissionais, PTAS e PTGP, a importância deste órgão e respetivo sentido.

Os alunos foram igualmente convidados a fazer um rastreio visual, como medida de prevenção e diagnóstico da sua acuidade visual.

“A visão é o sentido responsável por captar grande parte das informações que chegam do mundo exterior e precisamos tratar da nossa Saúde Visual com seriedade  e estar com atenção a todos os sinais de alerta para possíveis problemas”, foi a principal mensagem deixada pela Enfermeira Mafalda.

Ao não fazermos controlos oftalmológicos regulares, recorrermos à farmácia perante inflamações ou infeções, exagerarmos no tempo de utilização das lentes de contacto e comprarmos óculos de sol em locais não certificados, a maioria de nós comete, pelo menos, um destes “pecados” quanto à saúde dos nossos olhos.

Veja as fotos aqui

Mai 11

“iMovie – Museu Nacional do Azulejo em Movimento”

Foi na passada sexta-feira, dia 5 de maio, que, na Biblioteca Escolar/Centro de Recursos Educativos da Escola Básica e Secundária de Gama Barros, alunos dos 8.º 1.ª, 3.ª, 4.ª e 5.ª revelaram as suas qualidades de “pequenos realizadores”.

Na sequência de uma visita de estudo ao Museu Nacional do Azulejo/Convento Madre de Deus, no âmbito da disciplina de Português, a respetiva docente, Fernanda Gomes, e a professora bibliotecária, Filomena Lima, lançaram aos alunos o repto de criarem pequenos vídeos sobre aquele espaço museológico.

Alguns alunos simularam uma entrevista aos guias do museu, outros à rainha D. Leonor, fundadora do Convento, outros redigiram pequenas notícias ou textos informativos sobre a referida visita de estudo.

Foi com recurso à aplicação “iMovie” que os alunos criaram, posteriormente, pequenos filmes que apresentaram às famílias e a alguns professores que compareceram na Biblioteca Escolar/Centro de Recursos Educativos.

No final, os alunos tinham uma pequena “surpresa” para os pais, encarregados de educação e outros familiares – um “Kahoot” – a que todos responderam com entusiasmo e animação.

Veja as fotos aqui

Mai 11

Exposição sobre o Sistema Solar na Escola Básica e Secundária de Gama Barros

As crianças do JI Cacém nº. 1 deslocaram-se à escola sede do Agrupamento, Escola Básica e Secundária de Gama Barros, para visitarem a exposição sobre o Sistema Solar e encontraram as crianças e a educadora Élia do JI da EB1 Ribeiro de Carvalho.

Descobriram que o Sol é uma estrela, no centro do Sistema Solar, e que a Terra e os outros planetas se movem em redor dele, em círculos grandes e achatados, ou órbitas.

Viram imagens da Nave Apollo 11, da primeira viagem do Homem à Lua, um marco na história da humanidade.

Tiveram ainda oportunidade de visualizarem um vídeo sobre a vida no interior de uma nave (abordando o tema da lei da gravidade) e uma mostra de objetos relacionados com a temática.

Um momento de articulação e partilha de saberes conduzido pelas colegas Professoras Angelina Fortes e Filipa Silva.

Veja as fotos aqui

Mai 11

Newton foi ao JI Cacém n.º 1 com a Bruxa Mimi

Através da história da Bruxa Mimi, no inverno, contada pela Professora Bibliotecária Gracinda (da EB1 Ribeiro de Carvalho), com suporte de imagens em PowerPoint,  que fez as delícias das crianças, foi possível aliar as ciências com a realização de uma experiência (em pequenos grupos, enquanto outros faziam jogos sobre a história), cujo resultado surgiu alguns dias depois, para grande espanto e satisfação das crianças.

Imaginavam ser possível fazer “lâmpadas de gelo” com balões e água colocados no congelador??? Claro que havia um componente elétrico que, complementado com pilhas, deu um excelente espetáculo!

Veja as fotos aqui

Mai 11

O GATO DAS BOTAS

Uma vez mais, e com o objetivo de mostrar aos mais novos a importância do teatro, as crianças do JI Cacém n.º 1 foram ao teatro Armando Cortez ver o Gato das Botas.

Um espetáculo musical em que o teatro se fundiu com a música, a representação, a dança e a literatura (um conto de Charles Perrault), bem como com a composição plástica e audiovisual.

Foi um momento surpreendente, divertido e mágico.

Veja as fotos aqui

Mai 11

CAÇA AO OVO E LANCHE PARTILHADO

Quem disse que a caça aos ovos de Páscoa precisa ser igual todos os anos?

Afinal, se a galinha põe ovos porque é que o coelho é que os tem que trazer?

Este ano, as crianças do JI Cacém n.º 1 percorreram todo o espaço exterior do recreio para encontrarem o seu ovo da Páscoa. Claro que as mais rápidas e as mais perspicazes encontravam dois, três ou mais e a regra era partilharem com quem ainda não tinha descoberto o seu!

No final, todos saborearam o seu ovo de chocolate e lancharam conjuntamente até à chegada dos seus familiares, que também foram presenteados com um miminho realizado em contexto de sala de aula.

Veja as fotos aqui

Mai 08

Articulação curricular

A escola dos “grandes não é só para os grandes”. Os mais pequeninos, sejam eles da educação pré-escolar ou do 1.º ciclo, também assistem a atividades na “escola dos grandes”. A visita à exposição sobre os astros foi apenas um desses momentos.

Mas os professores dos alunos “grandes” também vão dar aulas às escolinhas. E, nesses momentos, são todos alunos “grandes”.

Veja as fotos aqui

Mai 08

Miúdos a Votos – divulgação de resultados

No dia 20 de abril, os alunos de 4.º ano da EB1 Ribeiro de Carvalho estiveram presentes na cerimónia de divulgação dos livros preferidos da atividade “Miúdos a Votos”.

Os nossos alunos estiveram muito ativos na divulgação dos seus livros preferidos, mas também na apresentação de trabalhos desenvolvidos durante a campanha eleitoral que decorreu na EB1 Ribeiro de Carvalho.

Mais uma vez vemos o trabalho desenvolvido por professores e alunos deste Agrupamento, ser reconhecido por entidades externas.

Veja as fotos aqui

Mai 08

Aprender a fazer crepes

Nos dias 30 e 31 de março, na EB1/JI Vale de Mourão, adoçaram-se as papilas gustativas.

A professora de educação especial fez crepes com a colaboração de alguns alunos.

O objetivo era mostrar-lhes como se fazem e envolvê-los na decoração.

O resultado foi maravilhoso! Todos gostaram de ver fazer, colorir e comer.

Veja as fotos aqui

Mai 04

Visita de Estudo à TRATOLIXO

No dia 3 de maio, quarta-feira, os alunos do 11.º SE1 foram visitar a empresa TRATOLIXO acompanhados pelas Professoras Rosário Portugal (responsável pela visita) e Cristina Negra.

Esta foi organizada pelo grupo de trabalho que está encarregue de realizar o Estudo de Caso, em Geografia A, sobre a temática dos resíduos (tema obrigatório do Eco-Escolas). O grupo de trabalho é constituído pelos alunos Daniel Freire, Diogo Fevereiro, José Zhuo e Ricardo Santos.

À entrada fomos recebidos pela Dra. Rute Fialho, que nos encaminhou para um auditório onde nos foi apresentado todo o processo de triagem dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSUs), a reciclagem do lixo orgânico e o resultado final desta reciclagem. Em seguida fomos visitar as instalações/ armazéns onde é efetuado todo o processo. Mas, antes de irmos, tivemos que colocar capacetes e vestir coletes refletores para nossa segurança, pois lá fora o corrupio de camiões a entrarem e a saírem da fábrica era enorme. Tivemos direito a uma fotografia de grupo… Estávamos todos muito engraçados… Lá fora, e ao percorrer as diferentes instalações, tivemos conhecimento de como se processava a triagem do lixo (feita manualmente por um conjunto de 15 funcionários ao longo de um tapete rolante e em três turnos de trabalho, pois a fábrica não fecha durante a noite) e qual o destino dado para cada RSU separado. Neste local apenas reciclam o lixo orgânico e aproveitam-no para fazer adubo natural que, posteriormente, será vendido aos agricultores. Este está a ser reciclado, com tecnologia muito sofisticada, na empresa do Tratolixo, sediada em Mafra. Também tivemos a oportunidade de visitar o aterro sanitário já selado, porque já está repleto de lixo não reutilizado. Este aterro deveria ficar fechado só ao fim de 20 anos, mas o lixo produzido pela população dos Concelhos de Sintra, Oeiras e Cascais é tanto, que este ao fim de cinco anos teve de ser selado.

Só tomando consciência da necessidade de fazer a correta separação do lixo sólido urbano é que podemos colocar no aterro sanitário um volume mínimo de lixo não reutilizado, mantendo o mesmo aberto por 20 ou mais anos. A grande maioria dos RSUs é reutilizado e desta forma poupamos na exploração dos recursos naturais necessários como matérias-primas. Como exemplo desta reutilização vejam o projeto desenvolvido pelo grupo de trabalho que resolveu demonstrar como se poderá realizar uma mini estufa com resíduos sólidos urbanos. Podem-no observar através das fotografias bem como da exposição do Eco-Escolas, entre os dias 8 e 12 de maio, no pavilhão H.

Foi uma visita de estudo bastante interessante e serviu para nos sensibilizar a realizar uma correta triagem/separação dos lixos urbanos, contribuindo para a redução das taxas que cada família paga no final do mês. Vamos todos separar corretamente os resíduos e estaremos a contribuir para um ambiente saudável e sustentável.

Veja as fotos aqui

Pagina 5 of 75« Inicio...34567...102030...Fim»