Fev 11

Contratação de Escola 2015-2016

Lista Final Ordenada dos Candidatos

Horário n.º 51 – Grupo de Recrutamento: 530 – Educação Tecnológica

Para consulta do documento, clique aqui

Fev 03

Contratação de Escola 2015-2016

Lista Inicial Ordenada dos Candidatos

Horário n.º 51 – Grupo de Recrutamento: 530 – Educação Tecnológica

Para consulta do documento, clique aqui

Jan 30

Contratação de Escola 2015-2016

Aviso de Abertura de Concurso

Horário n.º 51 – Grupo de Recrutamento: 530 – Educação Tecnológica

Para consulta do documento, clique aqui

Jan 29

Viagem ao ambiente da Corte Portuguesa – Palácio de Queluz

Os alunos do 1.º ano do Curso de Turismo e do 3.º ano do Curso de Marketing, acompanhados pelos professores Elsa Barreto, Ana Aurora Colaço, Filomena Pereira e Honório Marques, tiveram o prazer de visitar este espaço emblemático assinalando todos os recantos do Palácio de Queluz, viajando no tempo e no espaço, anotando os aspetos mais significativos e vivenciando, em grupo, o seu riquíssimo património.

Seguimos para a Pousada de Queluz / Lisboa – D. Maria I. O edifício, denominado “Torre do Relógio”, foi antigamente a área de aposentos do pessoal ao serviço da Corte Real, que então utilizava o palácio como residência de Verão.

O Palácio Nacional de Queluz, ao nível da história portuguesa, é um ícone padrão da corte Portuguesa nos séculos XVIII e XIX, denominado como “Versailles” português, constituindo também um património de referência na arquitetura e no paisagismo portugueses.

A ostentação e a riqueza de detalhes do palácio impressionam qualquer visitante e, após palmilhar todo o percurso interno do palácio, a visita seguiu-se na área externa, onde há um grande e belo jardim.

A participação dos alunos nesta visita foi muito boa, colaboraram de forma assertiva e entusiástica nas atividades propostas pelos professores e permitiu o desenvolvimento do projeto de tutoria, onde os alunos do 3.º ano, designados por alunos-tutores,  acompanharam e comunicaram com os seus colegas do 1.º ano de forma sistemática, planeando e concretizando as ações a desenvolver. Possibilitou, também, o convívio entre alunos, ou até mesmo entre alunos e professores dado o carácter motivador que constitui a saída do espaço escolar.

A visita  proporcionou ​a concretização de saberes através de atividades e tarefas multidisciplinares, a articulação escola-meio e a formação pessoal e social dos alunos que manifestaram entusiasmo, tendo os professores considerado que estas atividades constituem um recurso dotado de inúmeras potencialidades educativas.

Veja as fotos aqui

Jan 26

Rastreios visuais no Agrupamento de Escolas D. Maria II, Sintra

No âmbito da promoção da saúde visual dos alunos do concelho de Sintra, especificamente o Plano de Rastreios Visuais Gratuitos em Escolas, realizaram-se entre as semanas de 23 a 27 de novembro e 11 a 21 de janeiro, rastreios da acuidade visual gratuita em todas as escolas do Agrupamento, pela empresa ESSILOR.

Estatísticas recentes afirmam que em cada cinco crianças, que frequentam a escola, uma tem problemas de visão e um em cada três pais nunca levou o seu filho para realizar um rastreio visual.

Como 80% de toda a informação que recebemos é percebida através da visão é importante, na idade escolar, a despistagem de anomalias visuais (distúrbios da visão que impedem a imagem de se formar nítida na retina): a miopia, a hipermetropia, o astigmatismo (mais comuns entre os nossos jovens). Uma boa visão pode ajudar a combater o insucesso escolar.

O objetivo desta ação qualitativa por parte da empresa ESSILOR visou despistar anomalias de acuidade visual, através de vários testes à visão efetuados.

A adesão a esta ação foi positiva, tendo participado um total de 852 alunos (367 alunos nos  jardins de infância e escolas  básicas do 1.º ciclo e 485 alunos da escola sede) e ainda 66 adultos da comunidade educativa.

Veja as fotos aqui

Jan 26

Visita de estudo à Universidade New Atlântica

No passado dia 21 de janeiro, entre as 9:00h e as 13:00h, os alunos dos 2.º e 3.º anos do Curso Técnico Auxiliar de Saúde, acompanhadas pelas Professoras Filipa Macedo, Dulce Espinheiro, Filomena Pereira, Lina Pereira e Helena Melo, realizaram uma visita de estudo à Fábrica da Pólvora e à Universidade New Atlântica.

A manhã começou com uma vista ao Museu da Fábrica da Pólvora, onde conhecemos um pouco da sua história, funções e condições de trabalho na Fábrica da Pólvora.

Por volta das 10 horas da manhã, no auditório da Universidade, estivemos em conversa informal com professores coordenadores/professores dos cursos de «Enfermagem» e «Fisoterapia», fomos apresentados a alguns elementos da Associação de Estudantes e ouvimos relatos de alguns estudantes dos referidos cursos.

Prosseguimos com a visita para as salas de aula de Enfermagem e de Fisioterapia e conversámos com alunas do 1.º ano do curso de Enfermagem, que partilharam a  sua experiência e o seu especial interesse pela licenciatura que estavam a tirar.

Conhecemos mais alguns espaços na Universidade: o Auditório Afonso Barros (onde se realizam encontros, jornadas e palestras, …), a Associação de Estudantes (lugar de lazer e convívio), a Biblioteca (local de trabalho e de estudo) e concluímos a nossa visita com a ida à sala de reuniões.

Foi uma manhã diferente. Entrámos no espírito académico e esclarecemos um grande número de dúvidas relativamente aos cursos na área da saúde.

A Universidade Atlântica é uma aposta segura para o nosso futuro.

Veja aqui as fotos

Jan 26

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

No dia 3 de dezembro comemorou-se o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. Os alunos do 1.º ano da EB1/JI de Vale Mourão visitaram, neste âmbito, a BE da Escola Básica Ribeiro de Carvalho.

A professora bibliotecária, Gracinda Silva, começou por contar às crianças a história “Não faz mal ser diferente”, seguindo-se um debate sobre o que ouviram, bem como os conceitos/valores/atitudes envolvidos na mesma. Para finalizar, os alunos puderam aplicar o que aprenderam através de um jogo interativo acerca da história ouvida.

A atividade realizada foi bastante pertinente, pois conseguiu motivar os alunos para uma perspetiva de vida diferente, tendo-os sensibilizado para uma causa que todos devem defender, causa essa que leva à inclusão de todas as crianças sendo elas ou não diferentes, porque todos nós somos diferentes.

Como pontos fortes há a salientar a sensibilização dos alunos para a existência de pessoas “diferentes”, promovendo uma maior compreensão dos assuntos respeitantes às pessoas portadoras de deficiência, assim como criar condições de inclusão. As atividades desenvolvidas contribuíram para uma reflexão acerca desta temática e a articulação com os responsáveis envolvidos nesta dinamização foi um ponto fundamental para o sucesso da mesma.

Veja as fotos aqui

Jan 26

Semana da Ciência

De dia 23 a 27 de novembro realizou-se a Semana da Ciência na EB1/JI de Vale Mourão.

Iniciámos esta semana com a presença da professora Luísa e, com ela, realizámos várias experiências interessantes e divertidas. Todas as turmas participaram com grande entusiasmo nas atividades propostas.

Aprendemos um pouco mais sobre a gravidade, a erupção, a oxigenação e…  até experimentámos fazer pipocas e chocolate.

Esta semana acabou com uma visita de estudo das duas turmas do 4.º ano ao Centro de Ciência Viva, em Sintra. Os alunos divertiram-se e aprenderam muito.

Foi uma semana espetacular!

Veja aqui as fotos

Jan 25

Contratação de Escola 2015-2016

Lista Ordenada Final dos Candidatos

Horário n.º 50 – Grupo de Recrutamento: 110 – 1.º Ciclo do Ensino Básico

Para consulta do documento, clique aqui

Jan 23

Saúde Mental e Depressão

No dia 18 de janeiro de 2016 os alunos dos 2.º e 3.º anos do Curso Profissional de Técnico Auxiliar de Saúde (PTAS) assistiram a uma sessão sobre «Saúde Mental e Depressão”, dinamizada pelas técnicas da Casa de Saúde da Idanha.

Começou por definir-se o conceito de Saúde e da Saúde Mental, tendo sido realçada a importância do doente/utente ser bem acompanhado.

Foi também apresentada a definição de Depressão e os seus sintomas (tristeza, perda de interesse, baixa autoestima, cansaço, falta de concentração, …) e ainda as duas formas de tratamento:

– o tratamento farmocológico (uso de antidepressivos, que ajudam a estabilizar o humor,…)

e

– o tratamento não farmacológico: onde abordamos a importância da  comunicação (saber ouvir, saber tocar na pessoa, a importância do silêncio, o saber observar e a nossa atitude perante o doente).

Ao encerrar a sessão as técnicas da Casa de Saúde da Idanha propuseram um trabalho de grupo às duas turmas, cujo objetivo, após visionamento de um vídeo, foi um debate de ideias.

veja as fotos aqui