Jan 02

Novo Programa Nacional de Vacinação a partir de janeiro

O Projeto Agrupamento Escola Saudável comunica, a toda a Comunidade Educativa, a seguinte informação da Direção Geral de Saúde:

Em janeiro de 2017 entra em vigor um novo Programa Nacional de Vacinação – PNV 2017. Sublinhando a importância da vacinação ao longo do ciclo de vida, a atualização do PNV consiste em novos esquemas vacinais gerais, em função da idade e do estado vacinal anterior e ainda esquemas vacinais específicos para grupos de risco ou em circunstâncias especiais.

Entre as principais alterações a assinalar:

- Aos 2 e aos 6 meses de idade a vacina contra hepatite B, a vacina contra a doença invasiva por Haemophilus influenzae, a vacina contra a difteria, tétano e tosse convulsa e a vacina contra a poliomielite, são administradas com uma vacina hexavalente;

- Aos 5 anos de idade faz-se a segunda dose de vacina combinada contra o sarampo, parotidite epidémica e rubéola;

- Aos 10 anos de idade, as raparigas fazem a primeira dose de Hpv9 (vacina contra infeções por vírus do Papiloma humano de 9 genótipos);

- As mulheres grávidas, entre as 20 e as 36 semanas de gestação, são vacinadas contra a tosse convulsa com a vacina contra o tétano, difteria e tosse convulsa.

Os reforços da vacina contra o tétano e difteria em adolescentes e adultos, ao longo da vida, são alterados:

- a primeira dose aos 10 anos de idade, continuação com reforços aos 25, 45, 65 anos de idade, e posteriormente, de 10 em 10 anos.

Às pessoas com risco acrescido para determinadas doenças, recomendam-se ainda as vacinas:

- contra tuberculose, infeções por Streptococus pneumoniae e doença invasiva por Neisseria meningitidis.

Dez 29

Visita ao Reino do Natal

A Câmara Municipal de Sintra brindou, uma vez mais, as crianças das escolas do concelho com a visita ao Reino do Natal, tendo também a seu cargo a organização e gestão dos transportes, em que imperou a palavra solidariedade na entrega de um bem alimentar ou de um produto de higiene para famílias carenciadas.

Este é um espaço em que a cada canto, esquina ou detrás de um arbusto podem aparecer duendes, fadas ou outras personagens das histórias de encantar, em jardins de algodão doce e o Pai Natal a dormitar.

Quem não se deixaria maravilhar pelos olhares extasiados das crianças que denunciavam estarem como que a viver uma ilusão tornada realidade?

Veja as fotos aqui

Dez 29

“OBSERVAR E DESCOBRIR”

O Dia Nacional da Cultura Científica foi o escolhido para o início oficial do Projeto, na área das ciências, “Observar e Descobrir” no JI Cacém n.º 1.

Este projeto prolongar-se-á até ao final do ano letivo e, mensalmente numa manhã à escolha, as quatro turmas rodarão por cada sala do JI onde haverá uma experiência distinta. Os objetivos estão inerentes ao próprio título em que se pretende alimentar a curiosidade, estimular o desenvolvimento cognitivo e emocional, promovendo a literacia científica.

Sendo uma referência em várias formas de expressão, os elementos usados foram o ar, a terra, a água e o fogo traduzido nas experiências “o ar ocupa espaço e tem peso?”; “qual o melhor escorrega?”; “flutua ou não em água? “e “porque é que a vela apaga e o líquido sobe?”

No final da manhã as crianças sistematizaram o que apreenderam através de registos gráficos.

Veja as fotos aqui

Dez 29

Espetáculo Musical “Cinderela no Gelo”

O Natal está a chegar e as crianças já andam excitadíssimas. E se o Natal se tornasse mais mágico com a oportunidade de ver a Cinderela a patinar no gelo?

Foi o que o Jardim de Infância do Cacém n.º 1 proporcionou às suas crianças com a inestimavel contribuição das suas famílias.

Qual passadeira vermelha ansiava por nós!

Para a maioria foi um sonho tornado realidade: um Príncipe que se apaixona por uma Gata Borralheira, que tem uma Fada Madrinha e que a leva ao baile para patinar no gelo! Não deve ser nada fácil o equilíbrio naqueles patins…, mas a atenção foi tanta que, de regresso ao JI, não se esqueceram de desenhar as lâminas dos patins!

Veja as fotos aqui

Dez 29

Árvore de Natal Temática e Presépio

No laboratório de Física, no pavilhão D, encontra-se a Árvore de Natal Temática. Está enfeitada com origamis em forma de estrela, feitas em papel de jornal e de revista, pensando nos problemas ambientais, no respeito e cuidado pelo Ambiente e pela Natureza.

Os alunos das turmas 2.ª, 3.ª e 4.ª do oitavo ano, 2.ª e 3.ª do nono ano colaboraram na construção dos origamis.

A professora Lídia Oliveira colaborou ao trabalhar com os alunos do 8.º 4.ª numa das aulas de Cidadania e Sociedade Atual, passando alguns dos seus conhecimentos sobre origamis aos alunos.

A professora Filipa Silva cuidou da organização e apresentação do Presépio construído com materiais de uso corrente no laboratório de Química.

Até ao dia 6 de Janeiro estes elementos continuarão em exposição. Fica aqui o convite para uma visita!

Angelina Fortes, Grupo 510

Veja as fotos aqui

Dez 29

Programa Eco-Escolas – Concurso Jovens Repórteres do Ambiente

No âmbito da disciplina de Geografia A (estudo de caso) e do desenvolvimento do Programa Eco-Escolas, os alunos Gonçalo Oliva, Filipe Ferreira e Nuno Silva realizaram um vídeo subordinado ao tema Mar. Este foi o colmatar de um trabalho iniciado com a auditoria realizada no Eco-Escolas, onde os alunos se aperceberam da falta de literacia dos discentes na temática sobre o Mar e resolveram realizar um vídeo para sensibilizá-los para a preservação deste recurso natural tão precioso.

Como docente e Coordenadora do Eco-Escolas do Eco-Agrupamento D. Maria II resolvi, com o consentimento dos autores do vídeo, participar no concurso promovido pelos Jovens Repórteres do Ambiente 2016/2017, parceiro do Programa Eco-Escolas, por achar que o vídeo está bem concebido e elucidativo da necessidade de preservarmos este recurso natural.

Para ver o vídeo, no nosso canal do YouTube, clique aqui

A Coordenadora do Eco-Escolas

Maria do Rosário Portugal

Dez 20

Sensibilização para o “Dia Mundial de Luta Contra a SIDA”

Assinalou-se no passado dia 1 de dezembro o Dia Mundial da Luta Contra a SIDA.

Apesar de o número de casos de infeção pelo VIH estar a diminuir em Portugal, uma em cada três pessoas infetadas desconhece que está infetada e 60% das pessoas diagnosticadas com VIH estão já em estádios avançados da doença ou mesmo já com SIDA.

O PES, como já vem sendo habitual, e a fim de alertar a comunidade escolar para este problema, assinalou o “Dia Mundial de Luta Contra a SIDA”, com algumas atividades. Além da sensibilização para o problema feita por alguns professores em sala de aula, nas disciplinas de Ciências Naturais e/ou CSA -  aplicação de um questionário “O que sei sobre VIH/SIDA” (destinado aos 4.º, 6º. e 9.º anos),  no  dia 16 de dezembro  durante a parte da manhã, o Gabinete de Apoio ao Aluno esteve de  “Portas Abertas” com a dinamizaçao, por parte dos alunos do 3.º ano do Curso Profissional de Técnico Auxiliar de Saúde, de alguns jogos e atividades relacionados com comportamentos sexuais responsáveis e dados informativos sobre a prevençao desta IST. Os alunos distribuiram laços pela comunidade educativa, bem como panfletos informativos.

Pelo entusiasmo da participação destes alunos na atividade orientada pelo PES, pelos materiais produzidos e pela adesão dos restantes membros da comunidade escolar, consideramos que os objetivos foram conseguidos e esta iniciativa poder-se-á repetir no próximo ano letivo.

Veja as fotos aqui

Dez 20

Oficina da Diversidade Cultural

Com o objetivo de explorar a diversidade ​cultural ​e o reconhecimento do outro, ​realizaram-se duas sessões da Oficina de Diversidade Cultural​ com o Prof. Dr. Pedro Leite da Universidade Lusófona. Uma com os alunos d​o 9.º 3.ª e outra com ​os ​ alunos dos ​2​.​º e 3​.​º anos do ​C​urso Profissional de Técnico Auxiliar de Saúde​ (PTAS), ​no dia 13 de dezembro,​ no Auditório da escola sede​.​     ​

Sempre numa dinâmica i​n​terativa de role playing, teatro e psicodrama, os alunos foram convidados​ a​ ​explorar as relações humanas​,​ ​em diversas ​situações.

Na Oficina, com o​ 9.º 3.ª, ​os alunos ​revelaram origens, interesses e planos diversificados para o futuro, que passam em muitos casos pela emigração.

Na Oficina, com os alunos do​ curso​ PTAS, os jovens formandos encarnaram diversos

profiss​ionais​ na área da saúde​. Reconheceram como a personalidade, ​a ​proximidade, o toque afetuoso​ (como  uma palmadinha nas costas) e o respeito pelo outro ​são ​a base das relações humanas​​, construídas com base no respeito pelas diferenças e no auto conhecimento.

A​s dinâmicas criadas nesta Oficina permitiram reflexões críticas e estruturantes sobre a profissão de técnico auxiliar de saúde e a importância da identidade pessoal e cultural de cada um.​

Veja as fotos aqui

Dez 17

Feira do Bolo

Nos dias 5, 6 e 7 de dezembro a Escola Básica e Secundária de Gama Barros foi invadida pelo espírito Natalício através de uma atividade dinamizada pelo Curso Profissional de Turismo.

Esta iniciativa permitiu uma participação ativa dos alunos na negociação e na gestão das atividades e tarefas, que facilitaram a construção de aprendizagens significativas, uma vez que a relação indivíduo/saberes/comportamentos foi imediata, ao mesmo tempo que levou à compreensão da importância estratégica do marketing turístico, à interpretação do espaço envolvente e ao desenvolvimento de competências e metodologias próprias e adequadas às atividades de animação que provocam um aumento da satisfação do “turista”.

Os jovens colocaram também em prática, e de novo, o projeto de tutoria que se tem vindo a verificar como um caminho possível para o sucesso escolar ao mesmo tempo que desenvolveram atividades para os seus colegas da Unidade de Apoio a Alunos com Multideficiência, permitindo uma interação entre todos e onde todos os alunos aprenderam juntos.

Com esta atividade reforçou-se o espírito de entreajuda e de solidariedade característica desta época Natalícia.

Alunos e professores do Curso Profissional de Turismo desejam a todos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de boas viagens…

Veja as fotos aqui

Dez 13

S. Martinho na EB1/JI de Vale Mourão

Dia 11 de novembro festejou-se o São Martinho. Ouviu-se a lenda, fizeram-se desenhos alusivos ao tema e, esperançados pela vinda de um sol quentinho, tal como o da lenda, todas as nossas turmas reuniram-se no recreio. Sentados em círculos comeram saborosas castanhas assadas acompanhadas de um bom sumo. E até se ouviram canções pela voz dos nossos pequenos cantores;       

“Castanhas, castanhas

Assadinhas com sal

Quentinhas, quentinhas

Que não te façam mal.

Saltitam, crepitam

Toma lá e dá cá”

Mais tarde, a nossa escola abriu os portões às famílias para as receber de braços bem abertos e sorriso no rosto para a Feira do Outono. Nessa Feira existiam trabalhinhos feitos pelos alunos, doces de abóbora e bolos que os alunos tinham feito em casa com os seus pais ou outros familiares.

Veja as fotos aqui

Pagina 20 of 81« Inicio...10...1819202122...304050...Fim»