Dez 07

Rastreios de Saúde na EBSGB

No passado dia 30 de novembro pelas 11:45h a turma do 1.º PTAS participou nos rastreios de saúde levados a cabo pelas Sras. Enfermeiras da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Na apresentação teórica foi-nos dito que um rastreio de saúde serve para identificar uma qualquer doença, utilizando testes, exames e outros meios de diagnóstico de forma  rápida e que é através do nosso Sistema Cardiovascular que o sangue chega a todas as partes do nosso corpo levando oxigénio e nutrientes a todas as células. Para além do transporte de sangue, os vasos transportam também resíduos do metabolismo celular para serem eliminados.

Foram ainda referidas algumas patologias do Sistema Circulatório como:

– a hipertensão arterial (HTA), o aumento da pressão do sangue circulante na parede das artérias;

– a aterosclerose, doença lenta e progressiva que afeta artérias de grande e médio calibre, que se traduz na acumulação de gorduras das paredes dos vasos sanguíneos e que compromete o fluxo sanguíneo;

– a cardiopática isquémica ou doença coronária quando ocorre acumulação de placas de gordura no interior dos vasos sanguíneos (artérias e veias).

Estivemos com muita atenção aos vários fatores de risco para estas patologias e abordámos ainda a sua prevenção: a prática de exercício físico (não em excesso); o não fumar; ter hábitos alimentares saudáveis (variados/polifracionados) e a importância de vigiar regularmente a nossa saúde. Em seguimento deste tópico: “vigilância da saúde”, foi feita a medição da nossa Tensão Arterial (e indicados os valores normais para a nossa idade) e medidos os nossos níveis de glicémia (e dito se o valor estava ou não bem).

A sessão foi dinamizada pelo PES (Projeto Educação para a Saúde do Agrupamento) e dirigida aos alunos do 9.º ano e dos cursos profissionais.

A notícia foi elaborada pelas alunas Ana Catarina Viduedo, Indira Carvalho e Rita Alves  do 1.º PTAS (Curso Profissional de Técnico Auxiliar de Saúde),

Veja as fotos aqui

Dez 05

Conferência – “Matemágica e Cartas”

Cartaz_GRUPO500_Conferencia_2015-2016_v1

Dez 05

Ação de Formação para Professores – “Aproveitamento de Águas Pluviais”

Cartaz_Formacao_AproveitamentoAguasPluviais-page-001

Dez 05

“Sessão de Sensibilização Informação e Prevenção sobre o VIH/SIDA” – Liga portuguesa Contra a SIDA

No dia 2 de dezembro as turmas LH1 e LH2 do 10.º Ano assistiram, na Biblioteca Escolar, a uma sessão de sensibilização, informação e prevenção sobre o VIH/SIDA, assinalando o dia “1 de dezembro – Dia Internacional de Luta Contra a SIDA”.

Esta sessão contou com a participação da LPCS (Liga Portuguesa Contra a Sida), representada pela Dr.ª Ana Filipa Santos, Dr.ª Ana Correia e pela Dr.ª Laura Martins.

As representantes da LPCS informaram os alunos sobre os diversos aspetos da infeção pelo VIH e a SIDA, particularmente sobre as vias de transmissão, comportamentos de risco e comportamentos seguros. Foram, ainda, transmitidas recomendações de medidas preventivas, assim como, disponibilizadas as informações sobre os Serviços de saúde adequados a prestar aconselhamento específico sobre o VIH/SIDA. O número telefónico da Linha SOS SIDA: 800 20 10 40 (gratuito).

Anteriormente, no âmbito do projeto – Plano Nacional de Cinema (PNC) -, os alunos assistiram ao visionamento do filme O Clube de Dallas, de Jean-Marc Vallée, de 2013.

 “[…] O Clube de dallas é um drama biográfico inspirado na verdadeira história de Ron Woodroof e que foi tema de um artigo do jornalista Bill Minutaglio, publicado no jornal The Dallas Morning News, em agosto de 1992. Ron Woodroof era um Cowboy que sempre gostou de viver no limite […] até lhe ser diagnosticado o VIH/SIDA e dado 30 dias de vida.”

(Texto elaborado pelos alunos: Ana Oliveira, Emerson Medina, Jéssica Ferreira, Larissa Borges, Lisa Oliveira e Tiago Pereira do 10.º LH1)

Veja as fotos aqui

Dez 03

Plano Nacional de Cinema (PNC) – Realização de Vídeos

No âmbito do Plano Nacional de Cinema (PNC) as turmas LH1 e LH2 do 10.º Ano realizaram vídeos alusivos ao tema da Violência Doméstica em Portugal, assinalando o dia 25 de novembro – Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

Os alunos, distribuídos por vários grupos, leram e debateram a obra Isto Não É Um Conto – Histórias de Violência Baseadas na Vida de Seis Mulheres, composta por seis contos da autoria de Afonso Cruz, Alice Vieira, António Figueira, Karla Suárez, Maria Teresa Horta e Patrícia Reis.

VD-Img livro

Assistiram à visualização do filme Dou-te Os Meus Olhos, de Icíar Bollaín, que alcançou, em 2003, 7 Prémios Goya: melhor filme, realizador, atriz principal, ator principal, atriz secundária, argumento e som.

«Este filme mostra o lado psicológico, do grave problema social, que é a Violência Doméstica. A perda de autoestima, da individualidade e da liberdade (de pensar e de sentir), em que o amor, ou a única forma que se consegue identificar como tal, justifica todos os sacrifícios e tentativas. A perda, por parte da vítima, da noção da gravidade da situação em que se encontra e só ”ouve o eco que insiste em repetir que aquilo é o melhor que se pode ter”. Como afirma a personagem de Aurora: “uma mulher nunca está melhor sozinha”»

VD-Img filme

Posteriormente, assistiram à visualização dos vídeos de cada um dos grupos de trabalho e selecionaram o vídeo que representaria a turma. Na turma LH1 foi selecionado o vídeo realizado pelas alunas Adonicia Brito e Ana Patrícia Oliveira. Na turma LH2 foi selecionado o vídeo realizado pelas alunas Fátima Almeida, Patrícia Gomes e Tânia Matos.

Pode assistir aos vídeos no “Gama Barros Canal” (Youtube) clicando nos Links abaixo:

Vídeo 1 (turma LH1)

Vídeo 2 (turma LH2)

(Notícia elaborada pelos alunos: Idelve Semedo, João Martinho, Magda Alves, Joaquim Dias, Nicolae Varga, Ricardo Costa e Tânia Matos do 10.º LH2)

Dez 01

13.º Encontro “Eterna Biblioteca” nas Bibliotecas do Agrupamento de Escolas D. Maria II

O 13.º Encontro de Professores e Educadores do Concelho de Sintra sobre Bibliotecas Escolares “ETerna Biblioteca” é sempre um momento especial para os professores bibliotecários em geral e, em particular, para os do Concelho de Sintra.

Este ano foi particularmente especial para as Professoras Bibliotecárias do nosso Agrupamento pois ele foi o escolhido, de entre todos os outros do Concelho de Sintra, para ser visitado pelos participantes deste Encontro. A visita/ateliê teve início na Biblioteca da Escola Básica Ribeiro de Carvalho, onde a Professora Bibliotecária, Gracinda Silva, deu a conhecer os seus inúmeros projetos, de entre os quais salientaríamos o blogue “O Castelo dos Livros” – em especial a Biblioteca Digital e algumas atividades do projeto ALer+. Foi um sucesso!

A visita/ateliê continuou, depois, na Biblioteca da Escola Sede, Escola Básica e Secundária de Gama Barros, onde a Professora Bibliotecária, Filomena Lima, partilhou algumas das suas inúmeras atividades de promoção da leitura com recurso a dispositivos móveis (iPads) às quais todos os participantes aderiram com imenso entusiasmo e motivação.

Ambas as docentes se congratulam com o sucesso da sua participação neste Encontro e, desde já, agradecem à Divisão de Educação da Câmara Municipal de Sintra, em particular à Dra. Raquel Camacho, a oportunidade que lhes foi dada de partilhar, com PBs deste e de outros concelhos, algumas das suas práticas mais inovadoras e premiadas, nomeadamente pelas Ideias com Mérito da Rede de Bibliotecas Escolares. De sublinhar, também, todo o apoio dado pela Direção do Agrupamento à realização deste evento.

Veja as fotos aqui

Nov 30

“No início era a semente”

Está patente, na Biblioteca Escolar da Escola Secundária de Gama Barros, a exposição “No início era a semente” do Centro de Ciência Viva de Sintra. Esta exposição, que já passou por muitas outras escolas, tem vindo a ser visitada pelas turmas de 5.º e 6.ºanos. A exposição permite que os alunos tenham uma visão muito concreta do ciclo de vida das plantas desde o processo de polinização, passando pela germinação, pela plântula até chegar a uma planta adulta. Para além de dois filmes que mostram o processo de polinização e de germinação das plantas, os alunos são confrontados com atividades práticas e interativas que lhes possibilitam o conhecimento de diferentes tipos de sementes bem como as diversas formas como elas se dispersam. De entre outras atividades, os alunos podem, também, observar, com recurso a uma lupa binocular, pormenores de uma semente de feijão não percetíveis a olho nu. Para se perceber melhor a importância de fatores como a água, o oxigénio e a temperatura na germinação de uma planta, estão expostos vários exemplos de plantas que se estão a desenvolver em diferentes condições – milho e ervilhas em solo de areia, devidamente regado, por exemplo, e várias sementes de ervilha em diferentes estádios de evolução.

Os alunos têm manifestado muito interesse e muita adesão a esta atividade. A exposição estará patente na Biblioteca da Escola até ao próximo dia 4 de dezembro e pode, também, ser visitada em regime livre.

Veja as fotos aqui

Nov 30

SEMENTES DE LEITURA…

A presente exposição surge na sequência da leitura do livro “A Vida Mágica da Sementinha” de Alves Redol, obra que integra a lista de “Obras e Textos para a Educação Literária” e do Plano Nacional de Leitura do 5.º ano”.

Pretende, de uma forma singela, complementar a aprendizagem proporcionada pela leitura da obra, que relata a história de uma semente de trigo, bem como contextualizar a visita à exposição, patente na Biblioteca Escolar, “No Início era a Semente”, do Centro de Ciência Viva de Sintra.

A exposição visa, também, dar a conhecer os trabalhos realizados pelos alunos do 5.º ano, no âmbito de uma das tarefas que é realizada durante a visita orientada à Biblioteca Escolar, no início do ano letivo.

Acresce referir o trabalho interdisciplinar realizado ao envolver as turmas de Artes dos 10.º e 12.º anos, que produziram os trabalhos expostos no painel do piso 0, inspirados em alguns dos objetos expostos e na própria essência da exposição – o Trigo.

Veja as fotos aqui

Nov 28

ATIVIDADE “GARRAFA FUMADORA”

A GARRAFA FUMADORA, teve, como objetivo principal a compreensão dos malefícios do tabaco no organismo humano comparando a garrafa fumadora e o sistema respiratório humano. Foi realizada em parceria com o PES, a professora Dulce Espinheiro e os alunos do 2.º PTAS, no âmbito do “Dia Mundial do Não Fumador” (17 de novembro).

A turma do 2.º PTAS convidou para participarem os alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos e, numa atividade simples e esclarecedora, procurou demonstrar os perigos que o ato de fumar tem para o corpo, principalmente para os pulmões.

Os resultados foram sempre explicados aos alunos convidados e, em todas as “garrafas fumadoras”, observámos, no final da experiência, que o algodão ficou amarelo escuro e com um cheiro bastante desagradável, a água apresentava pequenas partículas de resíduos e as paredes da garrafa ficaram baças. Salientamos que foi apenas necessário experimentar com 1(um) cigarro para observar estes resultados.

Esta experiência ajudou a ilustrar os malefícios do cigarro, com o uso de materiais simples, e teve um forte apelo visual, pois, no final, a água, o algodão e a própra garrafa apresentaram um aspecto repugnante.

Esta atividade, que decorreu nos dias 16 e 23 de novembro 2015, foi importante para nós (enquanto experimentadores) e para os nossos colegas, permitindo-nos concluir que fumar é um vício muito prejudicial para a nossa saúde, para além de estar associado a elevados gastos económicos.

Veja as fotos aqui

Nov 27

Exposição sobre a Violência Doméstica

Assinala-se a 25 de novembro o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

As turmas LH1 e LH2 do 10.º Ano realizaram a exposição alusiva ao tema da Violência Doméstica em Portugal.

“A violência contra as mulheres, em todas as suas formas, é uma violação grave dos direitos humanos das mulheres. É, ainda hoje, dos crimes mais praticados em todo o mundo, com consequências devastadoras para a saúde, bem-estar e vida das mulheres”.

A Convenção do Conselho da Europa para a Prevenção e Combate à Violência Contra as Mulheres e a Violência Doméstica afirma que a violência atinge de forma desproporcionada as mulheres, pelo que a violência de Género representa a forma mais estrema da desigualdade global e sistemática vivida por mulheres e meninas”

Fonte: UMAR

Esta exposição encontra-se aberta à comunidade escolar, no Pavilhão R (Refeitório/Bar Escolar) até ao dia 4 de dezembro.

A tua presença é importante! Passa a palavra aos teus amigos e colegas.

(Notícia elaborada pelos alunos: Idelve Semedo, João Martinho, Magda Alves, Joaquim Dias, Nicolae Varga, Ricardo Costa e Tânia Matos, do 10.º LH2)

Veja as fotos aqui